• Marcelly Chrisostimo

#Disruptivos: O canal do Telegram da Mocinha da Biblio

Oi biblioamigos, como vocês estão?


Quero compartilhar uma mega novidade com vocês! A comunidade de biblioamigos que seguem a mocinha nas redes sociais tem crescido muito! E eu mantenho minha caixa de emails, inbox e direct totalmente abertas para tirar dúvidas, ajudar e trocar com vocês sempre! Mas, ao observar que muitas dúvidas se repetem, eu pensei... e se encontrássemos um jeito de expor as respostas para que outras pessoas conseguissem ter acesso às mesmas informações? E se tivéssemos um local para troca, estreitamento das relações, compartilhamento de ideias, pequenas vitórias do dia a dia e desafios? E foi aí que decidi criar o Disruptivos! O canal do Telegram sobre Biblioteca Escolar da Mocinha da Biblio.


Se você não conhece o Telegram, calma, que a moça aqui te explica! Telegram é um aplicativo de mensagens, como o bom e velho whatsapp, porém com algumas opções e configurações únicas e que auxiliam a criação de grupos. No canal do Telegram, somente o dono e administradores conseguem enviar mensagens aos inscritos, mais ninguém, o que evita que as mensagens se percam no meio da conversa.


Mas, para os que amam papear, é possível criar um chat atrelado ao canal. Isto é, uma janela a parte para que quem não quiser receber várias mensagens não perca a oportunidade de receber o conteúdo também.


Você pode baixar o Telegram pela Google ou Apple Store ou mesmo acessar online pelo seu computador. Maaaaaaaas, agora, vou explicar o nome do nosso canal lá, para você ver se realmente se identifica!


Foto via Pinterest.


Afinal, o que é ser disruptivo?


Ao buscar o significado no bom e velho dicionário, encontrei algumas opções. Na verdade, precisei olhar no Aurelio e em algumas opções online também como Priberam e Dicionário informal e compilei alguns dos significados que mais me chamaram atenção.


Dis-rup-ti-vo:


1 - Algo que rompe barreiras, paradigmas.

2 - Que causa ou tende a causar disrupção; que rompe,

3 - Que tem capacidade para romper ou alterar; que rompe. Aquilo que causa disrupção.


A verdade é que muitas vezes o disruptivo é visto com um teor negativo, mas será que romper barreiras e paradigmas é necessariamente algo ruim? Não seria essa a oportunidade para a inovação? Apesar da resistência das pessoas às mudanças, nem toda mudança precisa ser considerada algo ruim. Precisamos nos esforçar para nos adaptar, sermos sensíveis ao ambiente e pessoas e estratégicos no uso das ferramentas para fazer o melhor trabalho possível, ainda que as condições não sejam as mais favoráveis.


É comum que nesse processo, você se sinta sozinho. Não é sempre que encontramos pessoas dispostas a pagar um preço pela novidade junto conosco. Mudar dá trabalho, demanda esforço, disposição, dedicação e nem sempre as outras pessoas estão no mesmo momento que nós... O que fazer então? Desanimar? Nos rendermos e continuar fazendo mais do mesmo do jeitinho de sempre?


Nããão! Eu escolho aceitar o que não posso mudar. Mas, só por um tempo. Até reunir forças, estudo e estratégias necessárias! E se eu tiver companhia nessa caminhada, tenho certeza que ela será muito mais proveitosa e prazerosa.


Vem comigo romper padrões? Se você se identificou, clique aqui para acessar o nosso canal no Telegram.






7 visualizações

©2020 por Mocinha da Biblio. Orgulhosamente criado com Wix.com