• Marcelly Chrisostimo

O que é valor para você? Devaneios de uma bibliotecária escolar sobre valorização profissional.

Atualizado: Jul 27




Na última semana, eu compartilhei essa pergunta sobre valorização. Aliado a isso, escrevi algumas das definições do dicionário para valor.


Mas, o mais curioso para mim, foi observar as respostas. E quero compartilhar com vocês algumas delas...


"Pra mim, ser valorizado é ser reconhecido como profissional, não estou falando de holofotes, falo do simples e básico: eu sei que você é bibliotecário, bacharel em biblioteconomia. O resto eu corro atrás, desafios sempre teremos, mas pra mim a não generalização (entender que é preciso estudo e formação numa academia) do ser "bibliotecário" é a base.

Quando entendem quem eu sou, me sinto valorizada e consigo correr atrás das outras coisas. (ps: faço propaganda na busca dessa valorização)."


Eu fiquei refletindo um tempo sobre essa resposta. Resumidamente, a seguidora respondeu que ser valorizada para ela é ter visibilidade perante a comunidade que ela atende e que essa comunidade tenha ciência da importância da formação para sua profissão.


Mas, se eu tivesse que escolher apenas uma palavra para registrar e representar as outras respostas, eu diria que a palavra é RECONHECIMENTO.


As definições encontradas no Google e que decidi utilizar foram:


  1. Recebimento ou paga em bens, serviços ou dinheiro, por algo trocado.

  2. Preço alto.

  3. Medida variável de importância que se atribui a um objeto ou serviço, que, embora condicione o seu preço monetário, freq. não lhe é idêntico.

  4. Qualidade humana física, intelectual ou moral que desperta admiração ou respeito.

  5. Reconhecimento, importância, consideração.

  6. Importância, destaque em uma escala comparativa.

Como eu disse no post do Instagram, o valor é variável. Ele pode estar ligado ao financeiro, representado por uma quantia em dinheiro: salário. Mas, apesar de importante, será que um bom salário é o suficiente para um profissional se sentir valorizado?


Num mundo onde cada vez mais fica claro que a cooperação e o trabalho colaborativo principalmente são primordiais, no fundo, no fundo, muitas pessoas ainda estão se comparando o tempo todo. Se comparam a seus colegas de profissão, se fecham com medo da concorrência, se comparam com os próprios professores, estão sempre na definitiva...


Mas, eu gostaria de compartilhar a minha opinião sobre o que significa ser valorizado.


O que é ser valorizado? Quando me sinto valorizada?


Eu me sinto valorizada quando a minha chefia ouve minhas ideias.

Eu me sinto valorizada quando os professores reconhecem minha área de atuação e de conhecimento e não invadem atividades que são de minha função.

Eu me sinto valorizada quando a coordenação e direção da escola ouvem minhas recomendações no que tange o meu trabalho.

Eu me sinto valorizada quando tenho liberdade para tomar decisões no meu trabalho.

Eu me sinto valorizada quando posso colocar minhas ideias em prática e tenho liberdade para criar.

Eu me sinto valorizada quando vejo resultado do meu trabalho.

Eu me sinto valorizada quando os pais reconhecem a transformação em seus filhos fruto do meu trabalho com eles.

Eu me sinto valorizada quando consigo mostrar que o nosso trabalho é essencial. E me sentirei ainda mais quando conseguir conscientizar o máximo de pessoas que for possível para que tenhamos mais defensores da biblioteca escolar espalhados por aí.

Eu me sinto valorizada quando eu faço diferença na vida das pessoas através do meu trabalho e conhecimento.


Mas, o mais importante nessa minha jornada de busca pelo meu lugar ao sol foi perceber que a principal valorização vem de dentro. Eu precisei olhar para mim mesma com carinho e enxergar valor em mim.


Ainda que eu vivesse todas as situações que eu listei acima (o que não é o que acontece - AINDA), se eu não visse valor em mim mesma e não reconhecesse minhas conquistas e qualidades, isso não seria o suficiente.


Tenho aprendido a ser mais generosa comigo e com meus processos. Sem pressa, sem peso, sem comparações. No meu tempo. E me olhar com esses olhos me faz enxergar um valor que fator externo nenhum tem o poder de apagar.

©2020 por Mocinha da Biblio. Orgulhosamente criado com Wix.com